Oi! Tudo bem? Se a gente não se conhece, deixa eu me apresentar. Meu nome é Elisa, e eu ajudo as pessoas a se sentirem incríveis e encontrarem alegria através da costura criativa. Meu propósito é te mostrar todo o potencial criador que você tem em suas mãos!

Sou fundadora d’A Costureirinha, criadora e professora de costura desde 2014. Na internet, você pode me encontrar em meu canal no YouTube ou Instagram, onde ofereço tutoriais de costura gratuitos. Também dou cursos de costura no site eduK e em meu curso online de costura para iniciantes.

Por conta da Pandemia de COVID-19, todos os cursos presenciais foram cancelados. Se você quer aprender a costurar comigo em aulas online – seja em mentoria individual ou cursos em grupo -, CLIQUE AQUI e preencha este formulário que eu te retorno rapidinho

Acredito que a cada ponto costuramos novas possibilidades, e que costurar é muito mais do que uma técnica ou profissão: é libertador!

Tudo começou com um livro: Balzac e a Costureirinha Chinesa, do Dai Sijie. Um simpático vendedor me apresentou este livro baseado em meus gostos literários – detalhe, ele não sabia que eu costurava! Resolvi seguir seu conselho e até hoje sou grata a ele! 🙂

Assim como a personagem do livro, a costura e a arte me auxiliaram em meu processo de empoderamento pessoal. Voltei a costurar, e o que era hobby virou uma pequena marca de roupas, que tocava em paralelo com o meu trabalho de editora e redatora. As amigas, vendo meu interesse e alegria ao costurar, começaram a pedir por aulas, e eu aproveitei a oportunidade para ensiná-las com uma pegada mais divertida e prática – bem do jeito que eu gostaria de ter aprendido quando comecei. Acabei me descobrindo – e amando – ser professora! Com o sucesso das aulas, o que era paixão foi virando negócio criativo.

Algum tempo depois, a marca de roupas virou escola de costura e passei a me dedicar em tempo integral às aulas. Perceber o impacto que criar traz nas vidas das(os) minhas(os) alunas(os), o brilho no olho, a alegria, são os sentimentos que me movem. Em minhas aulas e tutoriais, descomplico as técnicas, trago a costura para uma estética mais atual e urbana. O fazer manual desperta nosso lado mais instintivo e realizador. Dizer “eu que fiz”, vender ou presentear algo feito por você é uma sensação maravilhosa, que traz benefícios em todas as áreas da vida, aumenta a confiança, a alegria e nos faz perceber capazes, potentes. Além de ser muito divertido!